Siga-nos

Em alta

COTIDIANO, ECONOMIA E NEGÓCIOS

Havan quer erguer loja no Centro Histórico de Blumenau e projeto será avaliado pela prefeitura 

havan centro histórico
Imagem do primeiro projeto avaliado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)

A rede varejista Havan quer construir uma nova loja em Blumenau. A quinta unidade na cidade pode surgir no Centro Histórico. O terreno escolhido fica entre as ruas Alwin Schrader, Oscar Jenichen e Alameda Duque de Caxias (Rua das Palmeiras). É uma das áreas em que, no passado, estava o estádio Aderbal Ramos da Silva, sede do Blumenau Esporte Clube (BEC). A construção ainda depende da aprovação de órgãos do governo federal e da prefeitura de Blumenau.


O projeto tramita no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O órgão nacional precisa dar o aval à construção porque o terreno fica muito perto da Igreja do Espírito Santo, da Paróquia Luterana Blumenau Centro. O imóvel é tombado como patrimônio histórico nacional.

havan centro histórico
Terreno escolhido é uma das área que foi usada no passado pelo estádio Aderbal Ramos da Silva, sede do Blumenau Esporte Clube (BEC).

O Iphan pediu algumas alterações no projeto e agora tem que avaliar a nova proposta. A réplica da Estátua da Liberdade foi vetada e houve o pedido de ampliação da área verde a ser preservada. A idéia é minimizar o impacto da paisagem dos arredores da igreja. Em relação à edificação propriamente dita não há restrições.

Além do Iphan, o projeto tramitou na Fundação Catarinense de Cultura (FCC), já que a igreja também é tombada pelo Estado. De lá veio um parecer favorável, desde que preservada parte da cobertura vegetal.


whatsapp
telegram

Outras análises

O próximo passo é a avaliação da prefeitura de Blumenau. O projeto deve estar na pauta da reunião de março do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural Edificado (Cope). Os conselheiros avaliam o impacto do empreendimento nos bens tombados no Centro Histórico.

Se for aprovado, o projeto segue para avaliação do Conselho Municipal de Planejamento Urbano (Coplan). Com o aval do Coplan ele segue para o trâmite regular na prefeitura para obtenção do alvará de construção.

Oficialmente, a Havan não se manifesta sobre o assunto.

Dúvidas

A loja da Havan deve ter cerca de 5 mil metros quadrados de área de compras e algo em torno de 270 vagas de estacionamento. Impacto tão grande na região que abriga boa parte do nosso patrimônio histórico deve gerar algumas dúvidas.

havan centro histórico
Imagem aérea mostra a localização do terreno. Foto: reprodução, Google Maps

Muita gente possivelmente vai questionar a construção de uma “fachada da Casa Branca“ em local tão representativo para nossa história e colonização. Outra questão a ser avaliada, neste caso pelo Coplan, é o impacto no trânsito da região. Os que por lá passam sabem bem o quanto de congestionamento é gerado regularmente nos horários de pico.

Situação

Mesmo num ano marcado pela pandemia, o Grupo Havan fechou 2020 com faturamento de R$ 10,5 bilhões e um lucro líquido de R$ 1,3 bilhão. O resultado é 30% maior que o de 2019.

Atualmente, o Grupo Havan conta com 155 unidades, em 17 estados. No total a rede gera mais de 20 mil empregos diretos. Em Blumenau há quatro lojas: no Castelinho da Rua XV de Novembro e nos shoppings Neumarkt, Park Europeu e Norte Shopping.

6 Comments

  1. Adolfo Ern Filho

    Entre deixar aquele terreno abandonado, nada mais apropriado a Havan construir uma nova loja, a preocupação é com o vestido da estátua da liberdade que deve ficar no mínimo a uma altura da cota de 18 metros porque senão molha o vestido e os pés a cada pequena enchente em Blumenau.

  2. Gilson Schnaider

    Que maravilha mais investimento e mais emprego, vai Havan

  3. Gilson Schnaider

    Muito bom mais empregos.

  4. Krug

    Hoje um terreno em total abandono, bem como as areas vizinhas ao imóvel. Da medo passar ali, principalmente á noite.
    Chega de burocracia e vamos liberar isso urgente. Vai valorizar o local e gerar mais empregos.

  5. Márcio V. Clemente

    Sou um Blumenau de nascimento, muito entusiasta da conservação de nosso patrimônio germânico. Aquele terreno realmente precisa ser ocupado. a Havan querendo construir, acho que é um grande presente para Blumenau. O nosso centro histórico precisa ser movimentado. Está muito abandonado e pouco frequentado. Peço gentileza aos nossos homens do poder público que não percam esta oportunidade.

  6. Eremita

    Claro que isso nao tem haver com a construcao de uma nova Havan mais de um boicote da igrejas que ainda tem forte influencia sobre a prefeitura, é uma pena que eles pensem assim. Nao pensam nos empregos gerados muito menos no meio ambiente que nao tem nada haver com isso, apenas um jogo politico sujo e pobre…

Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados com * *