Siga-nos

Em alta

COTIDIANO, INFRAESTRUTURA, TRAGÉDIA

Réguas para medição do nível do rio Itajaí-Açu são instaladas no Centro de Blumenau 

réguas rio itajaí-açu
Serviço foi concluído nesta terça-feira. Foto: Marcelo Martins, divulgação

Técnicos da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) concluíram ontem a instalação do novo conjunto de réguas que serão usadas para medir, oficialmente, o nível do rio Itajaí-Açu no Centro de Blumenau. Elas foram colocadas junto a uma das escadarias que existem no talude da margem direita, um pouco antes da ponte Adolfo Konder, tendo como referência o sentido do rio.


Faz praticamente 10 anos que estamos sem essas réguas. As águas da enchente de 2011 levaram boa parte do conjunto que, naquela época, estava junto à ponte Adolfo Konder. Uma régua alternativa foi fixada em um dos pilares da ponte, mas com a duplicação da estrutura — que está em andamento — a visibilidade foi comprometida.

réguas rio itajaí-açu
Equipamentos foram instalados perto da ponte Adolfo Konder. Foto: Marcelo Martins, divulgação
Logo da empresa XYZ

As autoridades de Blumenau e do Estado tinham como referência, desde então, o sensor da Agência Nacional de Águas (ANA) que também está localizado na ponte Adolfo Konder. O problema é que de vez em quando os dados deixam de ser transmitidos, deixando a população sem medição e, consequentemente, sem previsão do nível o rio.

Mais serventia

Além de ser utilizada para acompanhar o nível do rio, as réguas também vão auxiliar no monitoramento hidrológico, feito em campanhas trimestrais para medir a vazão do Rio Itajaí-Açu, a qualidade da água e a quantidade de sedimentos existentes, o que permite identificar tendências e a elaboração de estudos hidrológicos mais específicos.


whatsapp
telegram

A prefeitura investiu na infraestrutura colocando corrimão nos dois lados da escada de acesso ao rio. As estruturas de suporte às réguas foram doadas pela empresa Electro Aço Altona, de Blumenau. Já os medidores foram fornecidos pela Epagri, prestadora de serviços à Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA).

1 Comment

Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados com * *