Pancho
COTIDIANO

Ganhadora da loteria, fraude em licitação, morte no trânsito e Área Azul estão no resumo desta quarta

loteria mega-sena

A Polícia Civil investiga uma empresa que teria fraudado uma licitação da prefeitura de Blumenau. Segundo a investigação, para vender testes de covid-19 foi apresentado um documento falsificado. (O Município Blumenau)

A modernização da Área Azul blumenauense vai ficar para o fim do ano. E olha lá. O Tribunal de Contas do Estado (TCE) suspendeu a licitação que estava em andamento. Diz que Blumenau exige comprovações técnicas que prejudicam a concorrência. (NSC Total)

Uma das ganhadoras da mega-sena que pagou R$ 117 milhões a um bolão feito em Blumenau é dona de uma cancha de bocha. A sortuda que embolsou R$ 2,7 milhões ajudou a família e segue trabalhando. (ND+)

Um motociclista de 26 anos morreu em acidente na Rua Amazonas. Ele foi atingido por um carro que invadiu a pista contrária. (Santa)

O ministro da Justiça, Anderson Torres, diz que vai montar equipe técnica para analisar e acompanhar os problemas relacionados à barragem de José Boiteux. Segundo ele, o impasse com os indígenas é complexo e também depende do julgamento do marco temporal das terras indígenas, pendente no STF. (Informe Blumenau)

Enquanto isso, o secretário de Estado da Defesa Civil, David Busarello, participou de uma reunião aqui em Blumenau com a Comissão Permanente de Defesa Civil da Câmara Municipal da cidade. Segundo ele, entraves burocráticos relacionados ao valor que o governo federal tem que repassar ao estado emperram a recuperação da barragem de José Boiteux. (Informe Blumenau)

O preço do litro do diesel chegou a R$ 7,59 em Blumenau. O reajuste será repassado aos valores dos fretes, que devem ficar 9% mais caros. (Alexandre José)

A maioria dos cooperados da Unimed Blumenau aprovou a criação de uma empresa para desenvolver tecnologia voltada para a área da saúde. A cooperativa também vai terceirizar a venda de planos de saúde. (NSC Total)

Um policial civil fluente em francês ajudou uma mulher natural do Haiti vítima de violência doméstica. O caso curioso ocorreu na Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCami)  de Blumenau . (O Blumenauense)

Caminhoneiro que roubou o caminhão que dirigia é preso em Blumenau. A polícia também prendeu duas mulheres suspeitas de participar de um roubo a uma cooperativa de crédito da cidade. (Alexandre José)

Sair da versão mobile