Siga-nos

Em alta

SAÚDE

Covid-19: número de internações em UTI dá sinal de queda nos hospitais de Blumenau 

Gráfico mostra evolução das internações em leitos de UTI nos hospitais de Blumenau.

Enfim uma notícia que nos enche de esperança em relação às internações em leitos de UTI nos hospitais de Blumenau. Desde sexta-feira temos menos de 80 pessoas internadas com covid-19 em terapia intensiva. Na sexta eram 79, no sábado, 76 e ontem, 75. Isso não ocorria há praticamente um mês. Foram 24 dias com mais de 80 internados em UTI.

Leia também: Novos donos do Hospital Santa Catarina devem investir mais de R$ 30 milhões nos primeiros anos 

Logo da empresa XYZ

Apesar da tendência de queda, o número de internados ainda é muito alto. Todos os 66 leitos de UTI regulares para tratamento de covid-19 estão ocupados. Além desses, nove “leitos de guerra”, montados de maneira improvisada em outros setores dos hospitais, estão sendo ocupados neste momento.

O cenário é bem mais confortável nas enfermarias. Cinquenta e três leitos estão ocupados por pacientes com casos menos graves de covid-19. A cidade tem 177 leitos de enfermaria disponíveis para tratamento da doença. A ocupação é de 30%.

Queda nas internações em enfermarias é bem mais acentuada que nas UTIs.

A redução nas enfermarias é muito mais clara. No dia 18 de março havia 130 leitos ocupados. Em um mês a queda foi de 60%. A esperança é que esse índice chegue logo também aos leitos de UTI.

Mortes e casos

No número de mortes há uma discreta queda que ainda merece observação antes de respirarmos mais aliviados. Na semana epidemiológica que terminou no sábado, dia 17, 20 mortes foram confirmadas na cidade. Na anterior, que terminou dia 10, foram 23 e na semana do dia 3 foram 25. A média móvel voltou a estar acima de três depois de quatro dias na casa das duas mortes por dia.

Gráfico mostra evolução de novos casos diários e média móvel.

Já o número de diagnósticos diários segue em queda, mas com tendência de estabilização. Com os 110 casos registrados no fim de semana, a média móvel de novos casos está em 94 por dia. Há, portanto, uma queda de 16,5% em relação à média móvel de duas semanas atrás. Quando esse percentual chegar a 15%, entraremos numa fase de estabilização.

Precaução

A título de curiosidade, a terceira onda da doença em Blumenau começou depois de chegarmos a 93 casos por dia na média móvel, praticamente o mesmo número que registramos hoje (94). A partir daí, no dia 23 de janeiro, o número só aumentou.


ttelegram
wwhatsapp

A diferença é que naquela época havia 46 pessoas internadas na UTI. Hoje são 75. Por isso, é muito importante que o blumenauense mantenha as práticas para evitar a proliferação do vírus na cidade. Lembrando: ficar em casa sempre que possível, usar corretamente a máscara ao sair, lavar as mãos com frequência e manter distância das pessoas.

Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados com * *