COTIDIANO

Comida recuperada, Dalírio, adoções suspeitas e trem de brinquedo estão no resumo desta sexta em Blumenau

A Polícia Civil recuperou cerca de 100 quilos de carne e bebidas que foram furtadas de um restaurante na região central de Blumenau. Os produtos estavam em três geladeiras de uma casa em Gaspar. (O Blumenauense)

O número de adoções de crianças em Blumenau aumentou mais de 600% em dois anos. Para a Defensoria Pública é uma situação atípica que dá sustentação ao protesto de mães que tiveram os filhos encaminhados para o abrigo público e para adoção. Elas alegam que teriam condições de criar as crianças com dignidade. (Santa)

A barragem de Ituporanga passa por uma manutenção emergencial. Além de trocar as grades que impedem a passagem de material de grande porte, como galhos e árvores, o governo estadual está dragando o leito da barragem e consertando os dutos. (Santa)

As duas principais vias do bairro Itoupava Central estão em obra. Segundo Evandro de Assis, os condutores que por lá passam têm ficado mais tempo no congestionamento. O colunista avalia que faltou comunicação entre a prefeitura e o governo do estado. (NSC Total)

Dalírio Beber será o candidato a vice-governador na chapa de Esperidião Amin. Ele derrotou Leonel Pavan durante a convenção do PSDB. (Informe Blumenau)

O partido nem sequer discutiu um possível apoio ao governador Carlos Moisés. Com isso, o prefeito de Blumenau tem um candidato (Carlos Moisés) e a vice-prefeita, outro (Esperidião Amin). (O Município Blumenau)

Com o tucano, Blumenau tem  três representantes concorrendo ao governo estadual. Além de Dalírio Beber (PSDB), candidato a vice de Amin (PP), Odair Tramontin (Novo) e Décio Lima (PT) encabeçam as respectivas chapas. (NSC Total)

Para o jornalista Alexandre Gonçalves, a vice-prefeita de Blumenau, Maria Regina de Souza Soar, será discreta durante a campanha para evitar problemas. (Informe Blumenau)

Só metade dos blumenauenses diz saber quais são as funções de um governador. É mais umas das constatações de uma pesquisa feita por alunos da Furb com a supervisão de professores. (O Município Blumenau)

Dado assustador. Se assim é em Blumenau, “capital” do chamado Vale Europeu, imagina como será em regiões menos privilegiadas. É mais um indício de que temos os representantes que merecemos.

Em 12 dias, apenas 3% das crianças de Blumenau com idade entre 3 e 4 anos receberam a vacina contra a covid-19. Pais relatam falta do imunizante nos postos da cidade. (Santa)

A repórter Bianca Bertoli foi atrás de sinais que dão aval à sensação de que a Oktoberfest deste ano será histórica. Da produção de cervejas às reservas de hotéis, passando pela organização propriamente dita, a expectativa é grande em relação à retomada da nossa maior festa. (Santa)

Com a morte do incrível Jô Soares, tem portal da cidade resgatando entrevistas com personagens de Blumenau. Aqui você pode assistir a uma conversa com a banda Vox 3.  Outra reportagem traz o vídeo da entrevista com Adelina Hess de Souza, fundadora da Dudalina. (O Município Blumenau)

Cresci assistindo ao Viva o Gordo e me lembro de vários bordões do Jô. “Sois rei! Sois reis! Sois Rei!”, “Tem pai que é cego” e “Bota ponta, Telê!” são apenas alguns deles. “Muy amigo”, dizemos até hoje quando uma pessoa se aproveita de outra. “Cala a boca, Batista” também sobrevive às décadas quando queremos dizer que alguém fala o que não deveria. Infelizmente não se produz mais gênios como Jô Soares. Talentoso em diversas áreas, extremamente inteligente e culto e, mais do que nada, dono de uma percepção invejável do dia a dia das pessoas. Percepção que tão bem usava como inspiração em quase tudo o que fez. Faz falta!

O radialista esportivo Nilson Fabeni morreu na manhã desta sexta-feira aos 77 anos. A causa da morte não foi divulgada. (O Município Blumenau)

Em entrevista à TVL, concedida em 2013, Fabeni contou como começou a carreira no rádio. Uma brincadeira foi determinante na mudança de rumo profissional do até então funcionário da empresa Garcia. (Alexandre José)

Bar, café, empório e ateliê. Tudo isso estará em um empreendimento que está surgindo ao lado do Parque Vila Germânica, no bairro Velha. O colunista Pedro Machado diz que deve ser inaugurado antes da Oktoberfest. (NSC Total)

Roberto Disse, aposentado, montou uma maquete de parte do complexo ferroviário que Blumenau tinha até 1971. Num cômodo da casa dele estão a antiga Estação Blumenau e a oficina da ferrovia que funcionava onde hoje está o campus 2 da Universidade Regional de Blumenau (Furb). Os detalhes impressionam. (O Município Blumenau)

Estive com o ferromodelista do bairro Salto há alguns anos. Ele estava na metade desse belo trabalho e, já naquela época, fiquei impressionado com a paciência e a dedicação necessárias para um desafio desses. É um presente para a cidade! Faz tempo que defendo a criação de um museu ou memorial da estrada de ferro que cortava Blumenau e o Vale. Essa maquete é uma prova de que material não falta.

Assista ao vídeo que produzi quando trabalhava na NSC

Não achou nada de interessante na programação de fim de semana destacada ontem? Eis aqui mais uma chance. São inúmeras opções nos mais diversos estilos. (Alexandre José)

Sair da versão mobile